Psicoterapia Cover Image
Psicoterapia Profile Picture
Psicoterapia
8 pessoas gostaram disso

Intelectual: organização e método
Reorientando:
autoaceitação, crescimento, expansão e conexões com organização e método.

"Nem tanto ao mar, nem tanto à terra!" nos dizem os mais antigos e com razão. Evitar o radicalismo, fazer as pazes com o bom senso, fugir dos extremos e buscar o caminho do meio, tudo isso faz parte dos ensinamentos deixado por grandes homens e mulheres que nos antecederam em sabedoria e iluminação!
Porém, apesar de "sabermos" de tudo isso, teoricamente, por quê a maoria das pessoas não coloca esses ensinamentos em prática? Apesar de toda a religião? E de toda a filosofia? E de toda boa intenção que pulula na mente da maioria dos sofríveis e humanos seres?
Ora, por que a maioria de nós, humanos seres, apesar de todo o conhecimento adquirido pela humanidade, ainda insiste em puxar a brasa toda para a sua sardinha, teimosamente segue negligenciando os serviços prestados pelo outro que está ali, na sua cara, mas ela finge não ver, finge não saber e até passa por cima, criticando sem conhecimento de causa, competindo, injuriando, intrigando, escarnecendo, caluniando, desmoralizando o semelhante e fazendo desaparecer o seu trabalho, o seu conhecimento, a sua contribuição...
Ah! Raça de víboras, diria Jesus!
Mas, apesar desses, a vida é fluídica e abundante; e jamais deixa desaparecer aqueles que estão alinhados com ela! Em todo momento surgem oportunidades e novos rebentos!
Muitos estão agora mesmo reinventando a si mesmos e se permitindo uma nova oportunidade. Mudanças acontecem a todo momento, como diria Cartola: "A vida é um moinho!". Muitos estão neste mesmo momento, independentemente do seu passado, qualquer que tenha sido, buscando novos influxos de inspiração, de transformação e de mudança de rumos. Pra melhor, é claro! Pra cima! Pra autorrealização!
Entretanto, a autorrealização não ocorre num passe de mágica! Pra que ela aconteça é necessário a consciência do dever cumprido. E pra que o dever esteja cumprido é necessário decisão, atitudes, ações, trabalho, movimento, lida, etc.
Pois bem, é nesse momento que entra a importância da fórmula"Intelectual: organização e método". Preciso dizer, antes, que, o que a maioria das pessoas ainda desconhece é o fato de que a nossa mente consciente trabalha o tempo todo à partir dos códigos de valores que estão estabelecidos no subconsciente. Todos nós achamos difícil aprender uma tarefa nova: aprender a andar de bicicleta, aprender a dirigir, aprender a lidar com computador, etc.
Durante todo o processo de aprendizagem nós estamos codificando o subconsciente. Depois de um certo tempo e algum esforço "aprendemos a tarefa", ou seja: codificamos o nosso subconsciente. A partir desse momento o subconsciente passa a fazer o trabalho todo sozinho, o que achávamos muito difícil passa a ser executado automaticamente, quase sem nos darmos conta dos movimentos que fazemos. Nosso subconsciente trabalha por nós!
Mas, imagina você, um subconsciente todo codificado com medo, insegurança, ansiedade, estresse, preguiça, insatisfação, discórdia, desarmonia e uma infinidade de sentimentos negativos adquiridos na família, na escola, na rua, na tv, através da consciência de massa, na base da pirâmide? Desse modo qualquer um ficaria mal, não é mesmo? Como avançar? Como conseguir emprego? Como namorar sem brigar? Como ser feliz? Como se autorrealizar?
Por isso surgiu a fórmula "Intelectual: organização e método". Ela tem a função específica de levar a mensagem que vai codificar o subconsciente daquele que realizar a grafoterapia. Grafoterapia como o próprio nome diz é a realização de uma terapia através da grafia, da palavra escrita. Para isso, para que essa terapia tenha os seus efeitos benéficos naquele que a executa é necessário seguir com disciplina as indicações.
"Intelectual: organização e método" é uma fórmula indicada para nortear a mente subconsciente. Para fazer emergir em cada um o melhor que este pode oferecer. Respeitando naturalmente as limitações que cada um possa apresentar, esta fórmula promove o amor próprio, a autoaceitação, expande a mente em direção as conexões neurais, relacionando pessoas, fatos, eventos e conhecimentos; levando o indivíduo a uma performance de excelência, seja em novos aprendizados, trabalhos, conhecimentos, novas amizades, etc. Dependendo sempre da direção interna de cada um, é óbvio.
Além desses ganhos acima citados, há ainda os que lhe pouparão energia de vida! Sim, lhe economizarão tempo, paz de espírito e dinheiro. Verdade? Quais seriam esses ganhos? Não seriam. São. São os ganhos de fazer tudo com calma, tranquilidade, organização e método. Evitando "o bicho de sete cabaças", o "pau de dois bicos", os "triângulos amorosos", "quero-quero sem paradeiro", e diversas outras situações "confusas" que ficarão fora dos seus códigos subconscientes. Seu subconsciente dará o tom certo desta vez. E você, com certeza, vai perceber a diferença.
Agora te pergunto: quanto vale essa terapia? Calcule como quiser, pense, raciocine, e jamais chegará ao seu valor real. Quanto pagaria por uma terapia assim? Mais abaixo, confira qual o preço dessa terapia e tire suas próprias conclusões. Existe uma única diferença entre as pessoas. Valor. Umas que dão, outras que não. E cada um dá o que tem. Ninguém pode dar o que não tem, não é mesmo? Por isso, apesar dos ossos do ofício, sigo sossegado. Sou psicoterapeuta. Meu nome é Pedro Paulo de Souza. A Psicoterapia que vos apresento hoje é: "Intelectual: organização e método". A todos uma boa hora!
http://psiqueesoma.webnode.com..../l/intelectual-organ

Faça login para compartilhar, curtir, comentar, etc !

Apego
"O prazer em si mesmo não é mal. É o coroamento do ato virtuoso. Está para o ato virtuoso assim, como o fruto está para a flor. Mas o apego ao prazer, querer fazer durar aquilo que não é feito para durar, só pode ser causa de dor. Nesse sentido é preciso curar-se do apego. Acolher o prazer quando vem coroar um ato bem feito. Mas não chorar por causa da coroa que murcha. Não ficar segurando-a, não se apegar a ela. A fonte do sofrimento estaria no apego ao prazer ou na busca do prazer pelo prazer. Fazer do prazer um fim é falhar no único fim que pode saciar-nos plenamente: o ser."
(CUIDAR DO SER - Filon e os terapeutas da Alexandria - por Jean-Yves Leloup; pág. 74)
http://psiqueesoma.webnode.com/
Grafoterapias

Início

Início

depressão, ansiedade, stress, fobia, terapia
psiqueesoma.webnode.com
Faça login para compartilhar, curtir, comentar, etc !
  • Sobre
  • Textos que retratam conflitos, dificuldades ou limitações humanas no embate cotidianos das relações humanas. Traumas, culpas, medos, mágoas e demais sentimentos negativos que impedem o indivíduo de se autorrealizar e consequentemente de ser feliz!