Mulheres são flagradas tentando entrar em presídios com ilícitos nas partes íntimas

Posted 6 meses in Notícias e Política.

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que, no último final de semana, agentes de segurança impediram a entrada de visitantes com drogas e celular em unidades prisionais subordinadas à Coordenadoria da Região Noroeste

Mulheres são flagradas tentando entrar em presídios com ilícitos nas partes íntimas

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que, no último final de semana, agentes de segurança impediram a entrada de visitantes com drogas e celular em unidades prisionais subordinadas à Coordenadoria da Região Noroeste (CRN). As mulheres tentaram esconder os ilícitos em partes do corpo e nas vestes.

Penitenciária de Marília

No último sábado, 9, por volta das 8h10, uma mulher foi impedida de entrar na Penitenciária de Marília por esconder droga no corpo. O flagrante ocorreu no momento em que ela passava pelo scanner corporal, que detectou objeto desconhecido na região vaginal. Quando questionada pelas agentes de segurança, a visitante acabou confessando que escondia na vagina um invólucro contendo cocaína.

Penitenciária “Dr. Paulo Luciano de Campos” de Avaré

No domingo, 10, às 11h10 da manhã, esposa e sentenciado tentou entrar na Penitenciária I de Avaré com droga escondida no cós do top. Ela também foi flagrada pelo scanner, que apontou objeto desconhecido. Quando questionada, a mulher confessou que possuía maconha nas vestes.

Penitenciária “Dr. Luiz Gonzaga Vieira” de Pirajuí

Uma mulher tentou entrar na Penitenciária II de Pirajuí com um celular escondido na vagina. O caso ocorreu no domingo, 10, às 8h da manhã, quando a visitante passava pelo aparelho de body scanner, que identificou um invólucro emborrachado na região íntima dela. Ela foi levada à uma sala separada e retirou voluntariamente o celular da vagina.

Penitenciária “Osíris Souza e Silva” de Getulina

Esposa de preso tentou ingressar a Penitenciária de Getulina com maconha escondida na vagina. Flagrante também ocorreu no domingo, às 10h45, por meio de scanner corporal.

A mulher foi levada por funcionários da segurança para uma sala reservada e acabou retirando um invólucro com aproximadamente 95 gramas de maconha.

Em todos os casos, o plantão policial foi acionado para lavrar boletim de ocorrência. A diretoria dos presídios instaurou Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os ilícitos.

A SAP informa que pessoas flagradas tentando adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais são automaticamente suspensas do rol de visitas.

->> Essa e outras notícias você encontra no oalfinete.com

Morando em Brazil